terça-feira, 19 de outubro de 2010

Vaga em redor de ti, Alphonsus Guimaraens



"Vaga em redor de ti uma fulgência
Que tanto é sombra quanto mais fulgura
O teu sorriso, que é divino, vence-a,
E ela, que é luz de estrela, pouco dura. 

De outra não sei que tenha a etérea essência
Que nos teus olhos brilha: nem a pura
Linha de arte de tal magnificência,
Como a que rosto de anjo te emoldura. 

Na candidez ebúrnea do semblante
Tens um lis de ternura, que desliza
À flor da pele em mágoa suavizante. 

Não sei que manto celestial arrastas...
És como a folha do álamo que brisa
Beija e balança ao luar das noites castas. "

(Alphonsus Guimaraens)

Vocabulário                    
 Fulgência: Brilho, cintilação.             
Candidez: Pureza, inocência, candura.
Ebúrnea: De marfim.                         
Lis: De lírio, plantas de cores alvas,    
amplas e perfumadas.             
    
Análise Crítica do Poema:
A fulgência dura pouco pois o sorriso, que é divino, vence-a.
As palavras que é descrito pelo eu - lírico é: divino, anjo, celestial.
As características da obra de Alphonsus Guimaraens é a idealização e divinização da mulher.
           
 Postado por: Jorge Danilo

2 comentários:

  1. Olá meninas e meninos...
    Ainda está morninho esse blog do 2º J viu...
    Confio em vocês e sei que nos próximos dias as postagens e os comentários vão se intensificar.
    Parabéns para quem já começou a trablhar... Jorge Danilo, João Paulo, Ingrid...
    AH, Tomem o cuidado de sempre se identificarem nas postagens para eu poder ter controle, ok?
    Bem, está faltando também uma introdução sobre de que trata o blog, características da escola literária, o objetivo de vocês e etc.
    Bom, por enquanto é isso.
    Lembrem-se que têm até sexta-feira dia 29/10 para fazer as postagens. Estou de olho...
    Um grande abraço,
    Profª Ivana Freitas
    Língua Portuguesa - CPM Dendezeiros

    ResponderExcluir
  2. um exemplo de aliteração desse poema

    ResponderExcluir